Pessoas discutindo feedbacks profissionais
  • 03 julho, 2019
  • Por Bruna Gonçalves
  • Qualidade de vida nas empresas

A importância dos feedbacks para o crescimento profissional

O crescimento profissional é extremamente importante para um funcionário. É por isso que se faz indispensável a cultura de feedbacks. São eles que ajudam a traçar um caminho para o crescimento, com preparação, aprendizado e vivência.

A trilha a ser percorrida passará por acertos e erros, o que faz necessário manter a comunicação aberta.

Porém, diversas pessoas não sabem lidar com críticas, mesmo que essas sejam positivas. Conforme um estudo realizado pelo instituto canadense PsychTests que entrevistou cerca de  três mil pessoas, 66% desse grupo afirmam que reagem mal após uma crítica.

Mas como passar uma mensagem de incentivo? Como apontar os acertos e falhas de uma maneira leve, franca e honesta?

A seguir, detalhamos o conceito, as vantagens e a diferença entre feedbacks positivos e negativos e ainda o quanto ele pode ser importante para o crescimento da empresa.

O que são feedbacks?

Na tradução do significado da palavra para o português, feedback significa realimentar ou dar resposta a um determinado acontecimento. O termo surgiu na primeira revolução industrial, mas somente após a segunda guerra mundial ele passou a ser utilizado como metodologia de avaliação de pessoas e desenvolvimento profissional.

Para Sheila Heen e Douglas Stone, autores do livro “Obrigado pelo feedback” o termo nada mais é do que toda informação que você recebe sobre você mesmo ao longo da sua vida – não importa se do seu chefe, seu colega de trabalho, seu cônjuge, seus professores ou seus pais.

Ou seja, é como nos conhecemos a partir de nossas experiências e do olhar de outras pessoas. Por isso, ele não pode ser definido apenas como uma avaliação, mas também a partir de ações como agradecimento e comentário.

Quais as vantagens?

Apesar de muitos não reagirem bem, os feedbacks devem ser estruturados e construtivos. Ao ser incorporado na cultura da empresa, até mesmo os colaboradores mais resistentes se acostumam com a prática. A partir daí, o ganho com a comunicação direta com o funcionário pode ter um retorno expressivo para empresa.

Vamos ver agora algumas vantagens.

Desempenho

Uma conversa justa e franca com seu funcionário, pode fazer com que a produtividade dele melhore. Para tanto, pontue os aspectos negativos e em seguida, faça elogios, destacando a importância que ele tem para o crescimento do ambiente corporativo.

Aprendizado

Falar em crescimento é remeter a conhecimento. Com isso, um funcionário desestimulado é um funcionário acomodado, sem perspectivas de aprendizagem e evolução. Nesse caso, o feedback será importante para o estímulo do trabalhador. Com ele, é possível apontar melhorias e treinamentos para o mesmo.

Bom ambiente

É importantíssimo que o colaborador se sinta parte da empresa. E a comunicação adequada auxilia nesse processo. Dessa forma, se cria um ambiente de colaboração, auto-estima e bem-estar no trabalho. E claro, desenvolvimento de aprendizado.

Como deve ser feito?

  • Um feedback precisa ser passado ao empregado de forma encorajadora, transmitindo segurança naquilo que você propôs a ele;
  • crie um ambiente de confiança e destaque a importância da cooperação de todos;
  • a conversação deverá ser respeitosa e nunca violenta;
  • foque na solução dos problemas que quer solucionar e destaque o aprimoramento de habilidades e conhecimentos;
  • tente esclarecer os fatos que merecem atenção e incentive o profissional a buscar por melhorias sempre;
  • aumente a autoconfiança e segurança de quem está recebendo a sua mensagem, elogie e incentive os pontos positivos;
  • estimule a pessoa a buscar inspirações que há dentro dela. Incentive o colaborador a demonstrar esses sentimentos dentro do ambiente corporativo;
  • deixe a pessoa se sentir compreendida e motivada a agir.

Como aproveitar o feedback positivo?

Esta é forma mais tranquila de comunicação, pois o gestor exalta o seu funcionário, mostrando a ele o bom andamento das atividades e sua proatividade, sem se esquecer de alinhar as novas soluções para o desenvolvimento da empresa. Aqui, o gestor reconhece o bom trabalho e valoriza o esforço empenhado.

No entanto, cuidado! A ideia é manter o foco do colaborador e não colocá-lo em zona de conforto. Para tanto, desafie-o. Convide-o a dar os próximos passos, avançar em novas responsabilidades.

Nesse contexto, percebe-se que reconhecimentos positivos são importantíssimos, já que eles contribuem para que o profissional trabalhe de maneira mais confiante e eficiente em suas demandas, colaborando para o crescimento coletivo e resultados satisfatórios.

Como trabalhar bem o feedbacks corretivos?

Nessa etapa, o clima deve ser gerenciado para que a ação cumpra seu propósito. Não se esqueça das dicas de ‘Como deve ser feito?’. Isso porque este momento deve tornar claro o quanto e no que é necessário uma melhora, seja por comportamento inadequado ou ineficiência de produção.

Por ser uma demanda mais delicada de se tratar, é responsabilidade do gestor fazer com que colaborador não se sinta mal ou desconfortável. Só assim, a conversa ajudará o profissional a entender e alinhar aos objetivos e normas da empresa. Além de nortear o que ela espera dele.

Esse processo, também ajuda à empresa e o trabalhador a se unirem em prol da instituição e de desenvolvimento mútuo. É benéfico para que todos façam um bom trabalho, com condutas cada vez mais assertivas.

Sendo assim, o ideal é que seja um diálogo em particular, o mais leve possível, apontando seus erros e incentivando-o a ser melhor sempre.

Porque isso tão importância para a empresa?

Um estudo do Instituto Locomotiva, feito em 2017, revelou que 56% dos trabalhadores com carteira assinada estão insatisfeitos com seu emprego. O percentual preocupa, mas mostra que, para mudarmos esse cenário, o diálogo é um fator importante.

Assim, use essa ferramenta de gestão para que o seu time se orgulhe de ser parte de uma empresa que se importa com o desenvolvimento dele.

Feedbacks bem feitos contribuem para o crescimento da sua empresa. E se chegou até aqui, não deixe de aproveitar a oportunidade e saiba mais sobre como o clima organizacional pode mudar a realidade do seu time.

Bruna Gonçalves

Bruna Gonçalves

Jornalista, especialista em Comunicação e Marketing da Zetra, e atua na gestão de projetos corporativos e na elaboração de estratégias de marketing empresarial.

Newsletter

Mais popular

CTA
^