Foto que representa as férias chegando com esposa, marido e filho felizes dentro de um carro à luz do dia.
  • 14 maio, 2019
  • Por Bruna Gonçalves
  • Educação Financeira

Férias chegando? Planeje-se financeiramente e fique tranquilo

As licenças ou pausas no trabalho são momentos perfeitos para descansar, curtir a família e explorar novas possibilidades. No entanto, com as férias chegando, é preciso colocar os conhecimentos sobre saúde financeira em prática.

Com o planejamento ideal, você se livra de dívidas e consegue obter os resultados esperados. Então, para evitar que você tenha férias frustradas, nada melhor que começar a se preparar desde já.

Para não ter dúvidas sobre o assunto, veja como organizar as finanças e saiba como conquistar uma experiência única no seu momento de descanso.

Escolha locais viáveis economicamente

A pesquisa é a chave do sucesso para um bom planejamento. Primeiramente, é preciso olhar para o seu orçamento e entender como é possível potencializar o seu salário e obter economia. Veja o quanto consegue destinar para ter o merecido descanso, sem preocupações.

Em seguida, procure destinos que atendam aos seus interesses e que tenham a ver com você e sua família. Você pode buscar lugares no exterior ou dentro do país, dependendo do seu orçamento.

Fique de olho, também, em questões de alta e baixa temporada. Se o desejo é conhecer um lugar específico, vale mais a pena marcar a viagem para um momento de baixa, pois os preços são menores.

Desse modo, para tomar boas decisões com as férias chegando, una os seus gostos ao que é viável. O importante é não fazer como 5% dos viajantes, que deixam para resolver tudo em cima da hora.

Reserve com antecedência suas férias chegando

Depois da sua pesquisa e da escolha do local, é o momento de começar a atuar em todas as questões práticas.

Normalmente, as passagens são muito mais em conta quando são adquiridas com antecedência, então é importante ficar de olho. Se for possível, utilize as milhas do cartão de crédito e aproveite promoções específicas, que permitem a compra barata em certos períodos do ano.

No caso da hospedagem, é a mesma coisa. Ao reservar as datas com antecipação, você não corre o risco de não ter onde ficar.

No entanto, se o local estiver em baixa temporada, vale fazer simulações. Veja se o preço em cima de hora é maior ou menor que o com antecedência.

Se o destino não for muito movimentado, pode ser interessante deixar para reservar perto da data da viagem, para pagar menos.

Busque soluções alternativas

Uma das formas de favorecer o cálculo de férias e de tornar a viagem mais barata é ao buscar soluções fora do “padrão”. Uma ideia consiste em procurar restaurantes que não estejam em áreas badaladas.

Ademais, os bairros universitários, menos conhecidos, geralmente têm preços menores e ainda permitem explorar a cultura do local. Considerando que a gastronomia é essencial para 62% dos viajantes jovens, esse ponto merece atenção.

Também dá para buscar formas diferentes de se hospedar ou de se deslocar. Para ter conforto e uma experiência autêntica, hospedar-se em uma casa ou apartamento é uma ótima saída. Além de garantir mais liberdade, permite que você cozinhe a própria comida e economize nesse sentido.

Quanto ao deslocamento, é possível adquirir um passe de transporte público. Em vez de usar táxis ou alugar veículos, utilizar a malha do transporte urbano oferece uma experiência única.

Monte um roteiro completo

Para que o descanso seja bem aproveitado, sem gastar demais, vale identificar o que fazer nas férias de forma prévia. Para tanto, a recomendação é elaborar um roteiro completo.

Defina quais são as atrações que deseja conhecer e veja onde elas ficam. Isso permite agrupar atividades próximas, o que diminui os custos com deslocamento e otimiza o aproveitamento do tempo.

Também é oportuno identificar, de antemão, os preços das atrações.

Dê preferência para as gratuitas e busque reduções nas pagas. Cidades com museus, muitas vezes, oferecem passes que dão acesso livre ou descontos por um valor fixo. Além disso, a maioria dos locais conta com dias grátis e que podem ser aproveitados por você.

Quite todos os valores antes

Um dos preceitos da educação financeira é manter o orçamento sob controle e longe de dívidas. Para ter boas férias não é diferente, então o ideal é quitar todos os valores previamente.

Resista à tentação de dividir o montante para quando regressar do passeio. A motivação para realizar os pagamentos cai e há um comprometimento das finanças.

Em vez disso, é muito melhor deixar as contas pagas — ao menos, as ligadas a reservas de hotéis, passagens e aquisições de ingressos online. Se não conseguir pagar de uma só vez, divida para que a última parcela seja feita antes de você embarcar rumo à nova aventura.

Junte dinheiro para gastos na viagem

A passagem e a hospedagem estão entre as maiores despesas de um passeio.

No entanto, com as férias chegando, é preciso entender que há outros custos que acontecerão ao longo da experiência. Nesse caso, é fundamental preparar o seu orçamento para essas futuras necessidades.

O ideal é juntar todo o dinheiro que será necessário para os dias de viagem. Faça uma média de gastos diários com alimentação, deslocamento e atrações. Se for viajar para fora do país, não se esqueça de considerar os valores referentes ao câmbio.

Novamente, o recomendado é ter tudo já separado antes mesmo de embarcar. Prefira utilizar um cartão de débito internacional, se for o caso para ter mais conveniência. O importante é que esse dinheiro já esteja provisionado.

Tenha um fundo de emergência

Qualquer viagem corre o risco de imprevistos. Talvez um voo atrase e você perca a conexão ou a sua mala seja extraviada. Isso exigirá gastos extras com algumas roupas ou até com hospedagem.

Também pode acontecer de se interessar em comprar algo que não estava nos planos ou de conhecer um lugar fora do roteiro. Para não ter férias frustradas, o ideal é criar um fundo para “emergências” como essas.

Separe um valor a mais e use conforme surgirem necessidades imprevistas. Caso nada saia do plano, você poderá aproveitar o que sobrar no último dia ou mesmo após voltar de viagem.

Com as férias chegando, é fundamental elaborar um bom planejamento financeiro. Ao explorar essas dicas, o momento de descanso será curtido ao máximo, sem causar prejuízos ao orçamento.

Para garantir o melhor uso do dinheiro, descubra o que é a educação financeira e entenda sua importância para uma empresa.

Bruna Gonçalves

Bruna Gonçalves

Jornalista, especialista em Comunicação e Marketing da Zetra, e atua na gestão de projetos corporativos e na elaboração de estratégias de marketing empresarial.

Newsletter

Mais popular

CTA
^