post_it_amarelo_que_sorri_na_parede
  • 19 março, 2019
  • Por Bruna Gonçalves
  • Qualidade de vida nas empresas

Pesquisa de clima organizacional: o que é e por que fazer

Cuidar do ambiente de trabalho é essencial. Afinal, funcionários felizes são 31% mais produtivos e até 37% melhores em vendas. Para conquistar resultados diferenciados, a pesquisa de clima organizacional é uma ferramenta crucial.

Trata-se de um processo que é conduzido para conhecer melhor as características do ambiente de trabalho. Com a aplicação correta, a gestão de Recursos Humanos é favorecida e novos resultados são obtidos.

Portanto, para que não restem dúvidas, entenda qual é o papel dessa pesquisa no local de trabalho.

O que é pesquisa de clima organizacional?

Trata-se de um reconhecimento, analisado por meio de questionário feito com todos os colaboradores e de maneira anônima. Através de perguntas sobre o ambiente, os profissionais podem expressar suas insatisfações, indicar causas de conflitos e apontar problemas recorrentes.

Ao longo das respostas, as pessoas têm a chance de se expressar sobre lideranças, de outros colegas, da cultura organizacional e assim por diante. A intenção é “tirar uma foto” do cenário para entender quais são os gargalos e principais problemas.

Por que ficar atento ao clima dentro da empresa?

Não conhecer como é o ambiente de trabalho faz com que o empreendimento não desenvolva uma visão estratégica sobre os funcionários. Para a gestão de pessoas, é algo que compromete a boa tomada de decisão e que impacta a conquista de resultados melhores.

Desconsiderar o clima dentro do negócio é, ainda, um fator que aumenta a desmotivação e a insatisfação dos colaboradores. Em vez de se tornar um espaço de crescimento, aprendizado e boa performance, a empresa deixa de aproveitar todo o seu potencial.

Por outro lado, dar atenção a esse aspecto demonstra preocupação com os colaboradores e com o bem-estar, do ponto de vista profissional. Assim, o negócio consegue ter uma abordagem diferenciada.

Quais são as vantagens de fazê-la com seu time?

A realização adequada desse processo é essencial para conquistar um espaço de trabalho melhor.

Afinal, com as informações oferecidas pelos colaboradores é possível enxergar o cenário pela ótica do capital humano e, assim, identificar quais são as principais possibilidades de otimizações.

Na sequência, veja algumas das vantagens de realizar a pesquisa de clima organizacional.

Redução dos conflitos

Os desentendimentos entre funcionários são causados por várias questões. O nível pouco sadio de competitividade, a falta de alinhamento de valores e as condutas impróprias são fatores de destaque. Em muitos casos, são situações que são ignoradas pela gestão.

Com a pesquisa, por outro lado, fica mais fácil identificar os motivos e, a partir daí reduzir os conflitos. Isso gera melhores resultados para o time e diminui o nível de insatisfação.

Otimização da integração do time

Quando há menos disputas, o relacionamento entre as pessoas é favorecido. Na prática, é algo que contribui para fortalecer o desempenho no negócio e gerar eficiência nas atividades.

Profissionais com amizades próximas no ambiente de trabalho são até 50% mais satisfeitos. Além disso, quem tem um melhor amigo no local tem 700% mais chances de se engajar completamente. Trata-se, portanto, de uma ferramenta essencial para fortalecer os relacionamentos.

Melhoria na produtividade

O aumento do engajamento e a conquista de uma atuação em equipe otimizada são fatores essenciais para elevar a produtividade. Com o espaço planejado da maneira ideal, o resultado é que as pessoas têm a chance de trabalhar de um jeito otimizado.

Além de melhorar a eficiência no volume produzido, há uma redução nos erros e na necessidade de retrabalho. Como consequência, todos contribuem para o alcance de objetivos estratégicos.

Aumento da retenção de talentos

O turnover ou taxa de rotatividade é um dos elementos indesejáveis para as empresas. A saída de colaboradores aumenta os custos e prejudica a conquista de diferenciação no mercado.

Entretanto, com a realização da pesquisa, isso muda. Dar voz aos colaboradores já faz com que eles fiquem mais satisfeitos e engajados.

Dessa forma, as mudanças executadas para otimizar o ambiente também passam a ser bem-vindas e ajudam na retenção de talentos. Isso traz consistência para a atuação no empreendimento e melhora o posicionamento de mercado.

Diferenciação de mercado

Muitos empreendimentos ainda não reconhecem a importância da gestão de Recursos Humanos. Como consequência, desperdiçam boas oportunidades para o próprio desenvolvimento.

Com a elaboração da pesquisa e, principalmente, com as ações realizadas na sequência, o resultado é uma conquista de um posicionamento diferenciado e de destaque no mercado. Além de conseguir produzir mais e melhor, a organização passa a ser vista como uma boa empregadora.

Como seus resultados podem melhorar o ambiente na empresa?

Os impactos no trabalho são variados. Passa a haver uma maior preocupação com a percepção dos profissionais sobre o lugar, o que leva a uma busca por um espaço de trabalho otimizado.

Também é comum que a gestão fortaleça a comunicação.

Dessa forma, os problemas podem ser identificados de modo antecipado, o que evita os prejuízos para o clima organizacional.

Além disso, é possível pensar em novas ofertas para que os profissionais tenham suas necessidades atendidas.

Ao identificar que as dificuldades financeiras pessoais causam impactos negativos, por exemplo, a gestão pode oferecer soluções relacionadas. Desenvolver uma proposta de bem-estar financeiro é uma excelente escolha para solucionar a questão.

De forma ampla, os resultados consolidados fazem com que o trabalho se torne mais satisfatório para as pessoas, que, em troca, oferecem um nível maior de engajamento. Para a gestão de talentos, trata-se de algo crucial para consolidar objetivos estratégicos.

Como fazer uma pesquisa de clima organizacional?

Na elaboração dessa ferramenta é preciso, primeiramente, definir o objetivo da pesquisa de clima.

O que se deseja conhecer por meio das respostas? O interesse é fazer uma reestruturação, diminuir as saídas, melhorar o desempenho?

Em seguida, é o momento de olhar para o ambiente de trabalho e verificar o que faz sentido para a organização. A partir disso, devem ser selecionadas as perguntas, como em relação às lideranças, à capacitação, ao plano de carreira e assim por diante.

Prefira questões qualitativas, em vez das que apenas tratam de “sim” ou “não”. Também é possível recorrer a modelos de formulário já prontos.

Depois, comunique aos colaboradores sobre a pesquisa e incentive a participação. Tudo deve ser anônimo e seguro, para evitar represálias. Por fim, colete e analise os dados, que devem ser usados para motivar as decisões.

Quais são as empresas que já tiveram sucesso na tarefa?

Essa pesquisa é tão importante que é utilizada, com êxito, em negócios de diversos tamanhos e segmentos. Sempre há o que melhorar, então se trata de algo que é realizado com frequência.

A emissora SBT é um case de sucesso. Diante da necessidade de modernizar a gestão de pessoas, uma pesquisa do tipo foi implementada para identificar o cenário. Com o diagnóstico em mãos, foi possível conhecer a percepção dos funcionários e tomar as decisões adequadas.

A multinacional Gedore também realizou o processo e utilizou os resultados para criar um plano de ação voltado para o capital humano.

A pesquisa de clima organizacional é essencial para conquistar uma gestão de pessoas muito melhor. Ao usá-la corretamente, é possível planejar e executar ações que geram resultados positivos.

Vamos seguir assim: Como a identificação do cenário inicial é fundamental e o foco é um time mais engajado, aproveite e conheça 7 estratégias para manter sua equipe mais engajada.

Bruna Gonçalves

Bruna Gonçalves

Jornalista, especialista em Comunicação e Marketing da Zetra, e atua na gestão de projetos corporativos e na elaboração de estratégias de marketing empresarial.

Newsletter

Mais popular

CTA
^